Notícias

Vejam as últimas notícias da ENE

HomeNotícias

Trabalho a longo prazo e estrutura: os segredos do Londrina, finalista da Primeira Liga

(Na semifinal, o Londrina eliminou o Cruzeiro em um jogo emocionante, decidido nos pênaltis Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC)

A grande atração da edição 2017 da Primeira Liga é o Londrina. A equipe paranaense eliminou na fase mata-mata Fluminense e Cruzeiro e agora decide o título da competição contra o Atlético-MG, em outubro. Se é apontado como uma surpresa por muita gente, para o clube não é nenhum pouco. É apenas mais um grande momento do projeto, que já dura mais de seis anos e que aposta na estrutura e no trabalho a longo prazo.

Para se ter uma ideia, o técnico Cláudio Tencati está no cargo desde abril de 2011, sendo o treinador há mais tempo no cargo no futebol brasileiro. Além disso, o clube conta com o moderno Centro de Treinamento SM Sports e se notabiliza pela responsabilidade financeira.

Por conta disso, a classificação para a final da Primeira Liga não é vista como um ponto fora da curva, mas sim mais um bom momento do time neste projeto. Porém, o técnico Cláudio Tencati reconhece que as circunstâncias que a vaga para a decisão veio não são normais: gol de pênalti no último minuto, o que empatou o duelo e levou a disputa para as penalidades máximas.

- Isso é que é o bom do futebol. Falei para os atletas na reapresentação, pois perdemos um jogo para o Luverdense faltando 30 segundos, após uma cobrança de escanteio. Agora, contra o Cruzeiro, foi a mesma coisa. Martelamos o tempo todo, reagimos a esse momento de frustração, com eles abrindo 2 a 0, recuperamos bem e veio a recompensação no último minuto, com o empate. E nos pênaltis felizmente fomos mais competentes. Para quem estava no estádio foi maravilhoso. Isso demonstra a essência do futebol: tudo é possível - aponta o técnico Tencati.

Se muitos clubes não valorizaram a Primeira Liga - o próprio Cruzeiro jogou com a equipe reserva a semifinal - o clube paranaense encara a competição com o máximo respeito possível. 

- Para o Londrina é de extrema importância. É uma competição nova, mas com clubes de tradição e camisa desde a primeira fase. Nós estamos debutando na competição, é como um prêmio para o Londrina, pois é como se fosse uma Copa do Brasil e nós estamos na final. O Fluminense não jogava contra nós aqui há 20, 30 anos. Tivemos o Cruzeiro na semifinal e agora teremos o Atlético-MG. Estar vivendo isso e resgatando para a cidade e clube está sendo fantástico - comemora Tencati.

Apesar de tudo isso, o comandante do Londrina freia a empolgação do elenco e torcida. Isso porque a decisão contra o Galo será somente no dia 08 de outubro. Até lá, o Tubarão tem seis jogos pela Série B do Campeonato Brasileiro.

- O nosso foco muda, temos vários jogos de Série B. O nosso sonho é o acesso, então não consigo dimensionar ainda esta final. Devido a interrupção, perde-se um pouco da empolgação. Mas será um grande jogo, o Atlético-MG já valorizou a semifinal contra o Paraná e certamente fará isso na final. É importante para eles também, até pelo Micale - analisa Tencatti.

Há seis anos e cinco meses no cargo, o treinador vive a expectativa de conquistar mais um título no comando do Tubarão. Tencati espera que o trabalho dele sirva de exemplo para outros clubes do futebol brasileiro

- Conseguimos demonstrar que esse trabalho é consistente pela longevidade. A longevidade se justifica pelo resultado. Muios dizem que tenho a confiança do Sérgio Malucelli, por isso não saio. Mas é a o contrário: isso tudo é em virtude dos resutados. A trajetória nossa é da Série B do Estadual para a Série B nacional. Isso mostra que vale a pena acreditar na longevidade dos treinadores, tem que servir de exemplo - espera o treinador.

No entanto, ele garante que, apesar da boa convivência com o gestor Malucelli, existem muita cobranças entre eles.

- A relação não é só de flores. Tem cobranças, e elas são fortes. Tem momentos de discussão, por isso não me acomodo. E eu gosto disso. Temos que buscar alternativas o tempo todo, seja para reerguer atletas, melhorar o coletivo da equipe e outras coisas do dia a dia. Mas a diferença é que quando chega em um momento difícil ele dá mais um voto de confiança, o que não ocorre em outros clubes. E sempre que ele faz isso conseguimos os resultados.

E um desses casos em que recebeu o voto de confiança e conseguiu o esperado aconteceu recentemente, conforme revela Cláudio Tencatti.

- Após a derrota pro Figueirense, vinhamos de derrota pro Criciuma e empate com o Juventude. Houve duas reuniões de cobranças, com a possibilidade de troca. Pedi mais uma chance, que foi contra o Paysandu. Recebi a chance, vencemos fora e voltamos para casa e vencemos. Fizemos quatro vitórias e dois empates nos jogos após essas reuniões - relembra.

Fonte: Lance

Compartilhar

Jornal de Buenos Aires, que adora ironizar Brasil, critica Argentina: 'Assim não merecemos'

(REPRODUÇÃO)

O empate em 1 a 1 da Argentina com a Venezuela, em pleno Monumental de Nuñez, não agradou em nada o diário “Olé”, principal publicação esportiva local. Em sua edição digital nesta quarta-feira, o jornal diz que, como jogou na terça, a seleção “não merece” ir à Copa do Mundo.

“Assim não merecemos” é a principal manchete do “Olé”, em texto que critica uma Argentina que “não tem futebol, nem reação”. Segundo a análise, “Messi sofre, e os argentinos também”.

"Alguém olha e olha e não há forma de encontrar uma visão positiva. Porque nem o resultado, nem o futebol, nem o que se projeta para o futuro deixaram um sinal de esperança", inicia o texto.

"A Argentina penou para empatar com a Venezuela em casa e até precisou de um gol contra para que o papelão não fosse maior. Si, podia ser maior. E, assim, o sonho de ir ao Mundial já se transformou em pesadelo", segue o jornal, que encerra dizendo que a Argentina “não jogou” para ir para a Copa.

Na classificação das eliminatórias sul-americanas, a Argentina está atualmente no quinto lugar, 24 pontos, apenas um a frente do Chile, primeira seleção fora da zona de classificação. Se a disputa encerrasse hoje, o time de Jorge Sampaoli precisaria da repescagem para tentar ir à Rússia.

Assista aos gols do empate entre Argentina e Venezuela em 1 a 1!

Nas duas últimas rodadas das eliminatórias, em outubro, a Argentina enfrente Peru (em casa) e Equador (fora), sendo o primeiro um confronto direto, já que os peruanos também têm 24 pontos e estão no quarto lugar. O Brasil é a única seleção já matematicamente classificada na América do Sul.

Fonte: ESPN

Compartilhar

Faltou combinar: presidente diz que Iniesta renovou com o Barcelona; meia nega

(DENIS DOYLE/GETTY IMAGES)

Josep Maria Bartomeu arrumou uma dor de cabeça daquelas.

O presidente do Barcelona, já criticado pela atuação na última janela de transferências, afirmou na última terça-feira que chegou a um princípio de acordo para renovar com Andrés Iniesta, cujo contrato acaba em junho de 2018.

No entanto, o meio-campista herói do título espanhol na Copa de 2010 negou a informação no desembarque na capital catalã após participar dos dois jogos da Espanha pelas eliminatórias ao Mundial da Rússia. 

 Iniesta respondeu com um categórico "não" ao ser questionado se realmente havia alcançado uma renovação com o clube onde está desde 1996.

O jogador de 33 anos, por sinal, despertou o interesse recente da Juventus, que vê nele um possível "novo Pirlo" - o italiano deixou o Milan aos 32 para se tornar peça fundamental na equipe de Turim por quatro temporadas.

Rivais de clube e companheiros na seleção, Iniesta rasga elogios a Asensio

O camisa 8 do Barça começou bem a atual jornada no futebol europeu, deixando as lesões de lado. Pela seleção espanhola, ele participou por 72 minutos da vitória sobre a Itália e jogou a partida inteira na fácil goleada diante de Liechtenstein.

Fonte: ESPN

Compartilhar

Fernandinho lembra tragédia da Chape e exalta colombianos: "somos irmãos”.

As partidas recentes entre Brasil e Colômbia ficaram marcadas pela marcação dura e clima ríspido. O jogo desta terça-feira (5), no entanto, teve uma atmosfera diferente, em especial após o apito final. Para o volante Fernandinho, a tragédia da Chapecoense é o motivo pela mudança para melhor da relação entre as seleções e também a torcida colombiana. 

 "Decorrente do que aconteceu com o acidente da Chapecoense o povo colombiano mostrou ser muito parecido com o brasileiro, muito acolhedor. Isso é muito gostoso, podemos dizer que somos irmãos", afirmou o brasileiro ao SporTV. 

 A seleção brasileira foi bem recebida pelos torcedores locais e, depois do confronto das eliminatórias, interagiu com os jogadores colombianos. Neymar, em especial, conversou com diversos atletas adversários, com o técnico José Pékerman e parou para selfies com os gandulas presentes na partida em Barranquilla.

 Titular da equipe, Fernandinho elogiou o trabalho de Tite na seleção e mostrou satisfação com a atuação contra a Colômbia. Reserva de Casemiro, o meio-campista valorizou ser uma figura recorrente nas convocações do treinador. 

 "Venho fazendo parte (do grupo da seleção) desde a chegada do Tite. Isso me deixa muito contente. Todas oportunidades que tive tentei fazer o meu melhor. Um grupo forte se faz dessa forma, com jogadores de alto nível que, quando têm oportunidade, dão conta do recado", declarou. 

 Fernandinho também aprovou os resultados contra Equador e Colômbia, mas destacou: "Hoje e contra o Equador não foram belas exibições, mas conseguimos resultados importantes. Vamos tentar buscar as vitórias que nos restam e manter o nível de atuação que a gente vem tendo desde a chegada do Tite."

FONTE: UOL Esporte

Compartilhar

Brasil leva empate da Colômbia e perde 100% de aproveitamento com Tite nas Eliminatórias


(Neymar em ação contra a Colômbia nesta terça-feira)

 

Já classificado para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o Brasil perdeu o aproveitamento de 100% com o técnico Tite nas Eliminatórias Sul-Americanas. Nesta terça-feira, pela 16ª rodada, a seleção brasileira visitou a Colômbia em Barranquilla e ficou no empate em 1 a 1. Willian abriu o marcador para o Brasil com um golaço, mas Falcão García empatou o confronto para os colombianos.

 

 

O time do técnico Tite segue tranquilo na liderança, com 37 pontos. O Brasil tinha vencido os últimos nove compromissos das Eliminatórias, desde o jogo de estreia de Tite no comando, fora de casa, contra o Equador. Já a Colômbia chega aos 26 pontos, momentaneamente na segunda posição, mas com enormes chances de chegar ao Mundial de forma direta.

A pontuação do Brasil permite que a seleção nacional alcance o recorde da Argentina no atual formato das Eliminatórias – 43 pontos antes da Copa de 2002. Para igualar essa pontuação, será preciso derrotar a Bolívia, fora de casa, e o Chile, no Allianz Parque, em outubro.

Os últimos compromissos dos comandados do técnico argentino José Pekerman serão contra Paraguai, como mandantes, e o Peru, como visitantes.

O Brasil abriu o placar em Barranquilla aos 46 minutos do primeiro tempo, logo depois que um cachorro invadiu o gramado e paralisou a partida por alguns instantes. Daniel Alves fez lançamento para Neymar, que ajeitou para Willian chegar chutando de primeira, no ângulo direito, para marcar um golaço, sem chances de defesa para o goleiro colombiano.

A seleção colombiana tentou impor uma pressão no início do segundo tempo, e conseguiu o empate na marca de 10 minutos. Arias cruzou a bola na área, e Falcão García cabeceou no lado esquerdo, deixando tudo igual no marcador.

A partida ficou morna por alguns minutos, mas ainda assim as equipes tiveram chances para marcar. Enquanto Paulinho chutou forte próximo do gol, James Rodríguez acertou a trave de Alisson em cobrança de falta. Neymar também disparou um chute perigoso, assustando Ospina.

Tite ainda apostou nas entradas de Gabriel Jesus e Philippe Coutinho, porém a seleção brasileira não conseguiu desempatar o duelo na Colômbia.

O jogo

Contando com a euforia de sua torcida e precisando de um bom resultado para se aproximar da classificação para a Copa do Mundo, a Colômbia não se intimidou diante da seleção brasileira. O time de José Pekerman trocava passes rápidos desde o campo defensivo, já nos primeiros minutos, na tentativa de envolver o de Tite.

Do outro lado, o Brasil até conseguia ficar mais tempo com a bola nos pés, mas não tinha criatividade para se desvencilhar da marcação colombiana. Assim como ocorreu contra o Equador, Renato Augusto era pouco participativo ofensivamente, sobrecarregando Willian na ponta direita e Neymar na esquerda.

Quando os atacantes brasileiros avançavam, o estilo brigador dos defensores colombianos entrava em cena. Para alguns jogadores brasileiros, nem sempre se tratava de “competitividade leal”, como Tite gosta de definir, o que gerou algumas discussões mais ríspidas. Neymar, um dos mais caçados, respondeu com um e outro drible entre as pernas dos seus marcadores.

Aos 33 minutos, Neymar teve a primeira boa chance de irritar os colombianos também com um gol. O atacante do Paris Saint-Germain deixou Arias para trás e invadiu a área sozinho, pelo lado esquerdo, mas errou o cruzamento para Roberto Firmino. O substituto de Gabriel Jesus não alcançou a bola para concluir.

No final do primeiro tempo, os jogadores brasileiros não foram os únicos a driblar colombianos no gramado. Um cachorro passeou pelo campo e deu trabalho para a segurança contê-lo, fazendo a alegria do público, que já não se entusiasmava tanto com as jogadas criadas por James Rodríguez.

A torcida colombiana teria algo pior a lamentar. Aos 46 minutos, Neymar, mais solidário do que na rodada passada das Eliminatórias, recebeu lançamento de Fernandinho e só escorou a bola. Willian soltou o pé, de primeira, e acertou o ângulo para inaugurar o placar.

Com a desvantagem, Pekerman decidiu sacar o pouco produtivo Cuadrado no intervalo, promovendo a entrada de Chará. E, dez minutos mais tarde, festejou o gol de empate. Arias correu pela direita e fez o cruzamento. Dentro da área, Falcao García levou a melhor sobre a dupla de zaga brasileira e cabeceou para baixo, no canto.

O gol empolgou a Colômbia, que passou a pressionar a seleção brasileira e a fazer a sua torcida vibrar ainda mais nas arquibancadas. Aos 14 minutos, James Rodríguez cobrou falta rasteiro, mesmo sem muito ângulo, na esperança de surpreender o goleiro Alisson. A bola parou na trave.

Tite, então, trocou Firmino por Gabriel Jesus. Pekerman rebateu com mais um atacante de área, Téo Gutiérrez, na vaga de Cardona. Pouco depois, foi a vez de Philippe Coutinho ir a campo, substituindo o apático Renato Augusto, a exemplo do que havia ocorrido diante do Equador.

A partida ficou aberta a partir das alterações, com chances de gols para as duas seleções. Ninguém produziu o suficiente, contudo, para deixar a quente Barranquilla com uma vitória.

FICHA TÉCNICA:
COLÔMBIA 1 X 1 BRASIL

Local: Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla (Colômbia)
Data: 5 de setembro de 2017, terça-feira
Horário: 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Jesus Valenzuela (Venezuela)
Assistentes: Carlos López e Jorge Urrego (ambos da Venezuela)
Cartões amarelos: Cardona (Colômbia); Daniel Alves (Brasil)
Gols: COLÔMBIA: Falcao García, aos 10 minutos do segundo tempo; BRASIL: Willian, aos 46 minutos do primeiro tempo

COLÔMBIA: Ospina; Zapata, Santiago Arias, Davinson Sánchez e Fabra (Tesillo); Carlos Sánchez, Aguilar, Cuadrado (Chará), James Rodríguez e Cardona (Téo Gutiérrez); Falcao García. Técnico: José Pekerman

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva (Rodrigo Caio) e Filipe Luís; Fernandinho, Paulinho, Willian, Renato Augusto (Philippe Coutinho) e Neymar; Roberto Firmino (Gabriel Jesus). Técnico: Tite

 Fonte: ESPN Brasil.

 

Compartilhar

Você tem o hábito de consumir frutas?

Saiba que as frutas são ótimas fontes de vitaminas e nutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Sendo assim elas devem fazer parte de qualquer rotina alimentar. Coma frutas!

Saiba as vitaminas e os benefícios de algumas frutas muito consumidas pelo brasileiro:

-Banana: rica em vitaminas B e C, é uma ótima fonte de potássio e ajuda a regular a pressão arterial;

-Melancia: rica em vitaminas A e B, é uma das frutas que mais contém água, auxiliando na hidratação do corpo.

-Pera: rica em vitamina A, B e C, a fruta também possui fibras e água.

-Laranja: rica em vitamina C, segundo pesquisas a fruta está associada a menor incidência de câncer de pulmão ou estomago.

- Limão: rico em vitamina C, o limão ajuda na absorção de ferro, é antioxidante e contém limonóides, substâncias potentes no combate ao aparecimento de tumores.

- Mamão: é rico em antioxidantes , vitaminas C e E e beta-caroteno, nutrientes que evitam rugas e o envelhecimento precoce.

Compartilhar

DISTRITO FEDERAL

Telefones Secretaria:
(61) 3381 9928
(61) 3254 6643
(61) 3263 8588
(61) 3263 8581

Whatsapp:
(61) 99575 9393

 


Atendimento Comercial

LUCAS CAETANO
(61) 99227 3742

JOÃO GABRIEL
(61) 99240 6734

RIO DE JANEIRO

(21)  2109-6857
(21) 97190 3073

JOINVILLE

(47) 3227 44 41
(47) 9609 0827