Notícias

Vejam as últimas notícias da ENE

HomeNotícias

Após queda do Santos, Levir admite ter jogado pelo 0 a 0

Foto: Ivan Storti/Santos F.C.

Antes da bola rolar na Vila Belmiro, na noite desta quarta-feira, os torcedores do Santos foram surpreendidos com a escalação de Leandro Donizete como titular. Mesmo após ter treinado com Jean Mota, o técnico Levir Culpi optou por colocar o experiente volante contra o Barcelona de Guaiaquil, pelas quartas de final da Libertadores. A mudança, porém, não surtiu efeito, o Peixe perdeu por 1 a 0 e acabou sendo eliminado da competição continental.Apesar de admitir a culpa pela queda, o comandante acredita que não errou ao colocar Donizete em campo e ainda confessou que entrou em campo pensando no empate sem gols, que daria a classificação ao alvinegro. 

"A responsabilidade é minha, totalmente. Nós perdemos dois jogadores que dão muito equilíbrio para o sistema (Lucas Lima e Renato). São opções que tenho que fazer e resolver. Não tenho remorso pela escalação. Se eu fizesse outra substituição, poderíamos perder por mais. Tomamos gols de cruzamentos, não vejo nada muito diferente disso", disse.

"Ele (Donizete) é campeão da Libertadores. Tem que respeitar. Mesmo que não tenha feito uma boa apresentação. Nós tínhamos que jogar pelo 0 a 0. Na Libertadores você tem que marcar e puxar o contra-ataque. Estávamos com 2 a mais, tínhamos chance antes da partida. Mas é só acabar a partida que aparece 'o pessoal da escalação certa'", esbravejou Levir em entrevista coletiva após a eliminação.

Com a eliminação na Liberta, o Peixe mira suas forças no Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, às 21h (de Brasília), o alvinegro recebe o Atlético-PR, pela 25ª rodada.

Fonte: Terra

Compartilhar

Davis terá Espanha x Reino Unido em 2018; Brasil encara dominicanos.

(Imagem: Dolores Ochoa/AP)

A próxima edição da Copa Davis já conhece os seus confrontos da primeira fase e o destaque fica por conta do duelo entre Espanha e Reino Unido. O confronto pode opor Rafael Nadal e Andy Murray logo na primeira rodada da elite da competição. 

O sorteio foi realizado nesta quarta-feira pela Federação Internacional de Tênis (ITF). Outro confronto que deve chamar a atenção será entre Sérvia, que pode ter Novak Djokovic, e EUA. Finalistas desta temporada, França e Bélgica estreiam contra Holanda e Hungria, respectivamente, em 2018.

Já o Brasil inicia sua caminhada para voltar à elite contra a República Dominicana no grupo 1 do zonal da América. Se vencer, os brasileiros esperam os vencedores do duelo entre Colômbia e Barbados para tentar o lugar na repescagem.

Rebaixada da elite, a Argentina será o único país que não precisará jogar a primeira rodada no zonal e aguarda Chile ou Equador.

Veja os confrontos do grupo Mundial da Copa Davis: 

França x Holanda 

Japão x Itália 

Espanha x Reino Unido 

Austrália x Alemanha 

Cazaquistão x Suíça 

Croácia x Canadá 

Sérvia x EUA 

Hungria x Bélgica

Fonte: UOL ESPORTES

 

Compartilhar

Fifa investiga Chelsea mais uma vez por irregularidades com menores de idade

Clube inglês teria mais uma vez possíveis irregularidades em relação às contratações de jogadores menores de idade; pode haver multa e punição.

A Fifa confirmou nesta quarta-feira (20) ter aberto uma nova investigação ao Chelsea, por conta de irregularidades nas contratações de jogadores menores de 18 anos de idade. Esta se trata da terceira vez que o clube inglês é alvo de investigações da entidade, tendo acontecido anteriormente nos anos de 2007 e inclusive, no ano passado.

"Podemos confirmar que a investigação está a decorrer. Não podemos proporcionar mais detalhes quanto ao assunto, uma vez que está sob investigação", disse um porta-voz da Fifa , após questionamentos sobre o caso.

Em 2007, o Chelsea tirou o jovem Gael Kakuta, na época com 18 anos de idade, do Lens. Mas dois anos depois, o clube inglês foi punido com um embargo de duas temporadas em suas transferências. No ano passado, o jogador envolvido era o burquino Bertrand Traore. 

Caso na Espanha

A situação é um pouco semelhante à do Atlético de Madri e do Real Madrid, no entanto, o caso do Chelsea seria mais leve. Os times da Espanha também se envolveram em polêmica com a entidade máxima do futebol. Ambos haviam descumprimento na contratação de jogadores menores de idade e tinham sido impedido de inscrever jogadores nas duas janelas de transferência, em janeiro e em julho de 2017.

"Ambos os clubes vão cumprir uma proibição de transferência que os impede de registrar quaisquer jogadores a nível nacional e internacional para os próximos dois completos e consecutivos períodos de registros", afirmou a entidade na ocasião. "A proibição de transferências aplica-se a cada clube como um todo, com exceção das equipes feminina, de futsal e futebol de areia, e não impede a liberação de jogadores".

No entanto, o caso foi recorrido na Corte Arbitral do Esporte (CAS, sigla em inglês) a Fifa decididiu a redução da pena imposta pelo órgão futibolístico. No entanto, multas foram aplicadas. R$ 2,9 milhões para o Atlético e R$ 1,1 milhão para o Real. 

Fonte: Esporte - iG

 

Compartilhar

Liberada por clube turco, Thaísa jogará no Brasil em 2018

Um dos maiores nomes do vôlei nacional, Thaísa está bastante próxima de retornar às quadras brasileiras. Atualmente vinculada com o Eczacibasi Vitra, da Turquia, a central renovou seu contrato até 2019 e conseguiu uma liberação para que consiga se recuperar da lesão no joelho esquerdo no Brasil e retorne às atividades por um clube brasileiro.

Operada no último mês de junho, a atleta bicampeã olímpica tem seu retorno ás quadras previsto para o início de janeiro de 2018. Estudando propostas de clubes brasileiros, a jogadora foi liberada pelo seu clube turco para a disputa da Superliga 2017/2018.

“Estou muito feliz por ter renovado por mais um ano com o meu clube na Turquia, por continuar a fazer meu tratamento com pessoas que confio e em permanecer ao lado da minha família, especialmente porque essa é uma fase muito difícil”, declarou.

Thaísa sofreu uma lesão na cartilagem, que precisou ser transplantada, e no menisco durante a disputa da liga turca, no mês de janeiro. Em abril, a central sofreu uma nova contusão. Dessa vez, no ligamento lateral do tornozelo direito. Após dois dias internada em um hospital de Istambul, e impossibilitada de continuar a temporada, retornou ao Brasil no dia 16 de abril. 

Desde então vem tratando-se com o fisioterapeuta Fernando Fernandes, da seleção brasileira. No mês passado, a atleta voltar a realizar trabalhos na academia.

Fonte: ESPN BR

 

Compartilhar

Gabi passará por cirurgia e desfalca Rio de Janeiro no primeiro turno da Superliga

Técnico do time carioca, Bernardinho lamentou a ausência da atleta no início de temporada e ressaltou sua importância para equipe: "É uma perda enorme. Um dos pilares do time"

A ponteira Gabi vai operar o joelho direito para tratar uma tendinite crônica do tendão patelar e irá desfalcar o time do Rio de Janeiro durante todo o primeiro turno da Superliga 2017/18. A lesão, que incomoda desde o final da temporada passada, vinha sendo tratada de forma conservadora, com medicamentos e fisioterapia, na tentativa de preservar a atleta. Porém, após melhora inicial nos sintomas, a atacante voltou a sentir a lesão quando retornou aos treinamentos mais intensos, e a comissão técnica decidiu fazer a cirurgia.

O procedimento ainda não tem data marcada e depende de exames pré-operatórios que serão realizados ainda nesta semana. O retorno estimado é para daqui a dois ou três meses. O técnico Bernardinho lamentou a ausência de Gabi nas competições que o Rio de Janeiro terá pela frente, mas destacou a importância da reabilitação completa da atleta antes de retornar aos treinos e competições.

- É uma perda enorme. A Gabi é uma das principais jogadoras e um dos pilares do time. Teremos, além do Campeonato Carioca, a Supercopa e um turno importante da Superliga sem uma jogadora que é referência. Mas nós, como sempre fizemos, vamos respeitar e seguir as orientações do departamento médico e pensar no bem da atleta, para que se recupere e esteja conosco na reta final da Superliga ou quando os médicos liberarem. O mais importante é que ela retome os treinamentos na melhor condição possível, para que possa ter uma carreira longeva e de sucesso, como vem sendo até agora. 

De acordo com o médico do time do Rio de Janeiro, Ney Pecegueiro do Amaral, Gabi apresentou uma tendinite crônica do tendão patelar do joelho direito e foi tratada inicialmente de forma conservadora com vários tratamentos medicamentosos e fisioterapia. Apesar de uma mlehora inicial, ao retornar aos treinamentos mais intensos, voltou a apresentar os sintomas novamente.

- Como todas as possibilidades não cirúrgicas foram tentadas, decidiu-se então pela operação, pois entendemos que, no momento, seja esse o melhor caminho. A atleta realizará os exames pré-operatórios essa semana para definirmos a data da cirurgia - explicou o médico.

Fonte: GLOBO ESPORTE

 

 

Compartilhar

Cavs, Spurs e mais 7 times da NBA fecham temporada no prejuízo mesmo com bilhões de contrato de TV

(Cavs, de LeBron James, fecharam temporada no vermelho)

A NBA deve viver nos próximos dias um momento de reflexão sobre finanças. 

Segundo documentos obtidos pelo ESPN.com, nada menos que nove dos 30 times da liga fecharam a última temporada com prejuízo nos caixas, mesmo após receberem um dinheiro extra que serviria justamente para que isso não acontecesse.

E isso tudo um pouco depois da assinatura do contrato de US$ 24 bilhões pelos direitos de televisão.

A NBA conta com um sistema de divisão de receita, que faz com que os times mais ricos mandem dinheiro para os ‘mais pobres’. Na visão da liga, times lucrativos como o Los Angeles Lakers precisam dos times menores para seguirem na ativa – e dando lucro.

Mesmo assim, fecharam o último ano no vermelho Atlanta Hawks, Brooklyn Nets, Cleveland Cavaliers, Detroit Pistons, Memphis Grizzlies, Milwaukee Bucks, Orlando Magic, San Antonio Spurs e Washington Wizards.

Se ‘desconsideramos’ essa ajuda e levarmos em conta apenas as receitas que a própria franquia gera, a lista é ainda maior: 14 equipes: Atlanta Hawks, Brooklyn Nets, Charlotte Hornets, Detroit Pistons, Indiana Pacers, Memphis Grizzlies, Milwaukee Bucks, Minnesota Timberwolves, New Orleans Pelicans, Sacramento Kings, Orlando Magic, Phoenix Suns, Portland Trail Blazers e Washington Wizards.

Interessante notar que franquias como Spurs e Cavs ficam no negativo justamente depois de ter que dividir os lucros com times de mercados menores da liga.

Uma reunião nos próximos dias deve levantar essa discussão mais uma vez.

Já existe a discussão da possibilidade de expandir o número de equipes na liga. Há também a chance de que essas equipes de mercados menores se mudem em busca de um aumento de receita – vale lembrar que a cidade de Seattle está se mexendo há tempos para ter uma equipe novamente.

A diferença, de fato, é brutal. Los Angeles Lakers e New York Knicks, por exemplo, faturam US$ 148 e 105 milhões apenas com a venda de direitos de transmissão para TVs locais, mesmo estando em uma fase ruim nos últimos anos. Já o Memphis Grizzlies, que tem sete aparições em playoffs consecutivas, lucra apenas US$ 9,4 milhões com isso.

Outro fator preponderante é a venda de ingressos. E os Lakers mais uma vez são os que conseguem mais dinheiro com isso. Não por menos, a franquia foi a que teve o maior lucro geral: US$ 115,4 milhões, já após a divisão de lucros.

 

Fonte: ESPN BR

Compartilhar

DISTRITO FEDERAL

Telefones Secretaria:
(61) 3381 9928
(61) 3254 6643
(61) 3263 8588
(61) 3263 8581

Whatsapp:
(61) 99575 9393

 


Atendimento Comercial

LUCAS CAETANO
(61) 99227 3742

JOÃO GABRIEL
(61) 99240 6734

RIO DE JANEIRO

(21)  2109-6857
(21) 97190 3073

JOINVILLE

(47) 3227 44 41
(47) 9609 0827

Console de depuração do Joomla!

Erros

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco